#RandoMonday



Que melhor maneira de começar os #randoMonday posts que a "Glory" de Common e John Legend ontem na 87º gala dos Oscares para Melhor Musica Original (Best Original Song) para o filme Selma.

Quando acordei e vi o resultado pulei da cama (literalmente) de tanta alegria !
Oscar mais que merecido e que discurso actual, lindo e poderoso que os dois fizeram. Tão atual para o momento tensao que se vive.

Adorei adorei adorei !!!
"Selma is now!"

Só tenho pena de Selma não ter tido mais nomeações mas deixo esse assunto para quem percebe de cinema :P

E voces o que acharam? Comentem ai embaixo :)

Bedjo e #HOTN



Na passada sexta fui sair com as meninas e este foi o penteado que usei. Como sempre, já tinha um penteado em mente, mas acabei por ir inventando e mudando a medida que ia compondo o penteado e adorei o resultado final.


Adoro o facto de poder inventar e experimentar em qualquer estado que o meu cabelo esteja!

O que acham? :)

EU DISSE NÃO AO BIG CHOP

Olá Olá Nha Genti


É modi?! Espero que esteja tudo bem. Vejo que em muitas das pessoas que assumiram o cabelo natural, um dos primeiros passos foi fazer o famoso big chop. Big chop (resumidamente) é quando se corta o cabelo que está quimicamente tratado, deixando o cabelo crescer na sua forma natural. E onde  se tem a opção de cortar o cabelo todo ou o deixar muito curto só com os fios que estão no seu estado natural.

Quando decidi parar de usar química nem queria saber de ter de cortar o cabelo todo (ao contrário de hoje em dia). Por isso disse não ao big chop .






Na altura tive ajuda de uma amiga, onde ia ao salão dela e cortava as pontas sempre que necessário. Mas tenho de confessar que o único senão de não ter feito o Big Chop foi o facto de ter de me de aguentar com o cabelo com duas texturas por muitooooo tempo (foto 2, raiz crespa e o resto do cabelo liso) um horrorrrrr. Mas estava a fazer transição! E é tão estranho, ver-me de cabelo completamente liso ah (foto 1).

Será que teria sido mais fácil se tivesse feito o big chop? Talvez, mas de qualquer maneira o processo valeu a pena porque aprendi imenso do que o meu cabelo aceita e gosta. O que funciona ou não e no final estou muito feliz com a decisão de usar o cabelo natural.

E vocês? Decidiram optar por um corte de cabelo ou nem por isso? Como voltaram ao cabelo natural?
Gostaria muito de conhecer as vossas historias :)

Obrigada por passares por aqui e até ao próximo post.

Fica Bem
XoXo

Bem Vindos!

Ola olaa

Primeiro post (depois de exactos 12 dias desde que decidi criar o blog), custou mas foi ahaha.

A ideia de fazer o blog só ficou mais forte depois de ter criado um Instagram focado em cabelo crespo (o meu tipo de cabelo). Nele partilho tudo o que involve os meus cachos. E é o que pretendo continuar aqui no blog com mais detalhes, experiências, dicas e opiniões.

Ah, antes que me perguntem (sim, eu sei que vão perguntar :P ), o nome do Bedjo vem do crioulo de Cabo Verde e é o que sempre chamaram (e ainda chamam) ao cabelo crespo. Cabelo Bedjo = Cabelo "velho" , por causa da textura e aspecto dele quando não está bem cuidado. A frase Nha Cabelo é Bedjo propi, é a minha forma de mostrar a minha aceitação pela minha identidade, o que complementa o Love do nome do blog.



Mais uma vez Bem Vindos !